quarta-feira, 12 de março de 2008

A carta que eu não escrevi.

Eu só queria saber o porquê.
Por que eu não tive minha segunda chance?
Eu nunca mais vou poder sentir o cheiro, abraçar, ou simplesmente olhar pra você.
Porque você foi embora, mas desta vez não tem volta.
Sinto por tudo que deixei de aproveitar, por todas as coisas que deixei de aprender e descobrir ao seu lado.
Sinto por ter esperado tanto tempo, tempo que agora não volta mais.
Desculpe por todas as vezes que não quis pensar em você, também não sei se você pensava em mim, enfim.
Acho que nós dois deixamos inúmeras coisas passarem.
Eu queria muito ter te conhecido de verdade, mas acredita, não há, nem houve um dia em que eu não me lembrasse de você.

Um beijo da sua filha.

17 comentários:

Anya disse...

Tudo na vida passa, felizmente e infelizente. Existem coisas que, por mais que passem, nunca vão ser esquecidas. Felizmente e infelizmente. Sempre rola uma saudade, também felizmente e infelizmente. Porque tem a saudade boa e a ruim. Me parece que nesse momento bateu a ruim. Aquela que dói, incomoda. Mas ela passa e, quando isso acontece, vem a boa. Aquela que traz lembranças maravilhosas, risadas gostosas e cheiros bons. Essa é que não pode passar.

*Lu* disse...

eu te amo.

só tenho isso pra dizer.
Te amo.

Maria Sílvia disse...

Estou buscando palavras... É, passaram-se alguns momentos e eu não as achei. As palavras. É, agora passaram-se alguns minutos. E continuo não achando palavras. Sim, assumo. Não acho as palvras.

Pedro disse...

Piranha, me fez chorar.

*Lu* disse...

eu paguei pra ele escrever isso.
mentira.



ele tá no período pré-menstrual.
tá sensível.





te amo.

Anya disse...

ahahaha adoro.eu não recebi nada! tô aceitando comissão!

Pedro disse...

Nada disso, Anya, você me faz rir. E humor só é remunerado se for burro.

*Lu* disse...

Ah! entendi o recado, Pedro.

eu sou a vaca do blog, que faço as pessoas chorarem.

bem legal.
brigada.

Pedro disse...

Nada disso, meu anjo. Contigo eu choro de rir.

Não seja tão ciumenta. Você é a número um, além da presente mãe dos meus futuros filhos.



Super tou adorando fazer isso aqui de MSN.

*Lu* disse...

não fala assim que eu me apaixono.
e quando eu me apaixono, eu fico retardada.
prefiro a Luana escrota e cruel, ela é mais divertida.











quem eu quero enganar?
mesmo apaixonada eu sou escrota.
Benjamin tá fudido.

Bruno disse...

Do caráleo o post. De verdade. Meus pêsames por tudo que lá está contido. E fodaço você expor isso.

Minha avó tá no CTI. Também estou num momento blé. Todo mundo têm isso uma hora. É uma merda.

Beijos mil varonil.

Anya disse...

e eu sou o que? a palhaça que faz só os inteligentes rirem? isso quer dizes que eu vou morrer na miséria?

Pedro disse...

E aí, mulherada, vamu trabalhá??

Anya disse...

oi?

Frega disse...

oi tudo bem?

Frega disse...

ai, super vinha aki divulgar meu novo blog e eskeci... tive q responder à Mlle. Ullmann antes.


ms entao... deem um pulin lah...

aiprontofalei.blogspot.com

T.K disse...

To chorando de rir com o blog de vcs!

ai,pronto,falei!