sábado, 22 de setembro de 2007

Faixas preferenciais nas calçadas, já!

Super tendência. Imaginem só: você anda palas calçadas livremente, sem velhinhas que andam à velocidade de 0,07457 km/h, sem pseudo-peruas que param em todas as vitrines (obviamente, em pé no meio, mas bem no meio da calçada), sem brand new mommies que passeiam bucólicamente com seu carrinhos de bebê, como se estivessem no Central Park em algum tipo de comédia-romântica, ignorando por completo as pessoas que querem e precisam passar, sem camelôs que acham que são os donos da rua, sem casais felizes e grudentos que andam de mãos dadas, também como se estivessem no Central Park, na mesma comédia-romântica, só que esses são meros figurantes, aqueles que só passam no fundo e, se bobear, olham para a a câmera, tomando grande parte do espaço existente para o livre tráfego de transeuntes.
Calçada da esquerda para quem vem, calçada da direita para quem vai. Acostamento para as peruas e pista da direita para as velhas, as mães e os casais. Pista da esquerda para pessoas com pressa, pessoas que precisam ir ao banheiro, pessoas que estão entrando em trabalho de parto, pessoas que têm agorafobia, ou pessoas que como eu, andam um pouco mais rápido e são felizes assim.
Seria, sem sombra de dúvida, um mundo muito mais feliz.

8 comentários:

DanielPZ disse...

Deixo meu protesto também para a ciração de uma lei de proibição da utilização de gurada-chuvas aberto(s) nas calçadas com marquises, e principalmente para aquelas figuras que ficam conversando paradas na calça com esse maldito objeto aberto.

xulia disse...

huhauahuhauahuahauhuhuahuahauha
ô pessoa revoltada.
mas amei a idéia, apesar que eu sou casal, não ando devagar nem com o alexandre. não rola.
pista preferencial!!!

Claudia disse...

Totalmente a favor!
A Av. Rio Branco, a Uruguaiana precisam disso pra ontem.
Como eu explico pros meus professores sanguínareos que eu cheguei atrasada porque um casal imbecil resolveu se beijar na minha frente.
Ontem mesmo, estava indo a espm aquele sinal revoltante da rio branco que demora 21564415498 horas pra fechar. Aí começou a piscar que ia abrir, eu tava na disposição de sair correndo pra atravessar aí o idiota na minha frente que também demonstrou essa intenção e do nada mudou de idéia. Minha vontade de soca-lo foi tão grande, mas tão grande. Sério. Dia de fúria total.

Cacowitz Finklestein disse...

POr isso sou a favor do projeto social: "Zamboni a R$1". Se todo mundo tivesse acesso aqueles carros de limpar rinque de patinação no gelo, as calçadas iam ser um mundo bem melhor para se viver. Ou um carro tipo bigfoot, ou trator mesmo...

Claudia disse...

Eu sou a favor de helicopteros.
Ok, o transito aereo brasileiro está um caos. Mas imagina que praticidade seria?!

Anya disse...

ah, mas eu tenho medo de coisas que voam!

Claudia disse...

ZzZZzZZZZzZZzZZ..

Cacowitz Finklestein disse...

SNOOOOOOOOOOOOOOOOOORE!