quarta-feira, 14 de novembro de 2007

De uma garota. Para um garoto.

Garoto,

Às vezes, falar tudo o que eu gostaria de te falar, me parece impossível.

Eu poderia inventar uma legenda pra cada sorriso, risada e gargalhada. Pra cada careta, cada carinho e cada beijo.
Mas as palavras me fogem, os artigos somem e os verbos se transportam pra algum lugar, que eu não consigo alcançar. Me sobram os bons adjetivos, uma extensa lista deles, que parece não ter fim.

Meu silêncio não é charme besta, nem falta de sentimentos. Pelo contrário, acho que são tantos que acabam por me sufocar... Mas acredite, é aquele sufoco bom de se ter, que vem junto com aquele calor gostoso de se sentir, e por incrível que pareça, me faz bem.

Mas calma. Eu vou conseguir achar as palavras, os artigos e alcançar os verbos certos, e vou te mostrar tudo o que eu guardo aqui, criar as tais legendas e quem sabe assim, eu possa te levar comigo.

Agora, olha garoto, promete que se algum dia você sumir, se mudar ou simplesmente mudar, não vai esquecer depressa de mim. Promete?
Porque esquecer você é uma coisa que eu não consigo fazer há tempos...

Um beijo.
Garota.

7 comentários:

Claudia disse...

Adoro!
Sabe que todo homem precisa?
Um bom tapa na cara, pra acordar e ver as coisas com mais clareza.
Argh.

*Lu* disse...

quando eu posto, ninguém comenta.
ah. eu hein.
que cu.

*Lu* disse...

e sim, eu vi o comentário da Claudia.
mas ela não conta.
tá aqui todo dia...

a falta do que fazer é triste.

hahahahhaa

brincadeira gatchenha!!

Claudia disse...

E quando eu comento ninguém valoriza.
Eu esqueci de te perguntar na nossa jornada em niterói para quem era o texto. Agora ficou a curiosidade, como só nós duas frequentamos isso aqui mesmo, me conta aí! rsrsrsrs

Bianquita disse...

Manda assim pra ele acordar
- ACORDA, amor... Que eu tive um pesadelo agora...

Ou dá um tapa na cara (da sapa) dele.

As pessoas lêem, mas têm medo de comentar em texto desse tipo. Sério. Dá mo medo de falar alguma merda absurda...
Beeeigos

Anya disse...

medo? ah, gente por favor! é a luana! ela tem um gato chamado hércules maurício e dirie um celta!
medo?

Bruno disse...

Tenho medo da Luana Laura. Pronto, expuguei um demônio. Faltam dezenove mil, trezentos e noventa e um agora...