sábado, 10 de maio de 2008

Hein?

Tem coisas que eu só acredito porque são extremamente absurdas e não poderiam nunca ser inventadas.
Segundo o Houston Chronicle, três adolescentes de Kingwood, no Texas, foram presos porque roubaram um crânio de um túmulo e fizeram dele um "bong", um artefato usado para fumar maconha.
Os três rapazes (dois de 17 anos e um de 16), cavaram a sepultura, abriram o caixão e surrupiaram o crânio de um menino de 11 anos, morto em 1921.
Agora vem a pergunta que não quer calar: Assim, tipo, COMO É?????
Definitivamente os serem humanos não param de me surpreender. Ah, a criatividade! Ah, a inspiração! Ah, a demência!
Sinceramente, não tinha nada mais normal, mais prático, mais... Como é a palavra mesmo? Ah sim, higiênico?
Sabe o que é o pior? Os policiais ainda não encontraram o tal crânio da pobre criança. Provavelmente os mongolóides esqueceram onde colocaram, até porque abrir uma sepultura e roubar um crânio é super normal, eu mesma faço semana sim, semana não.
Isso é sensacional! É esse tipo de história que me faz ter fé no ser humano, assim, enquanto pessoa. É tão tosca, bizarra, tão absurda, que não poderia ter sido inventada. Ninguém conseguiria criar uma coisa dessas. Só pode ser verdade. E isso, coleguinhas, é totalmente execelente!

6 comentários:

Claudia disse...

Me-do!

*Lu* disse...

caralhotas!
como assim?? que nojinho.







eu acho que "seda" teria sido mais barato.

Little Pepper disse...

faço das suas as minhas palavras:
Assim, tipo, COMO É????

Pedro disse...

Pelo menos não fizeram um cachimbo com o fêmur.

Lu Manuel disse...

HAHAHAHAHHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHA!
"QUEM lembra do fêmur??"

genial!

Anônimo disse...

Soube que o úmero dá uma gaita das boas...